Thursday, April 17, 2008

um suave despertar

Tinha tido um suave despertar, tomado o pequeno-almoço tranquilamente, visto da janela os primeiros raios de Sol a despontar.
Passou o limiar da porta e entrou na rua. Olhou para o passeio do outro lado e pensou claramente "sempre que olho para uma palmeira, vejo um ananás gigante".
Foi nesse momento que lhe bateu uma enorme sensação de vazio. Não se lembrava de ter sonhado, não tivera um daqueles sonhos que ficam pendentes pelo toque do despertador; tinha tomado o mesmo pequeno-almoço de sempre, que tomava há anos sempre sem problemas, por isso também não seria daí; tinha consigo tudo aquilo que precisava para o resto do dia...
Foi então que se lembrou do homem que tinha deixado a dormir em cima da cama. Esquecera-se dele. Que estupidez, ia ter de voltar atrás...
Seria o seu primeiro atraso desde que começara a trabalhar. Nunca antes o Pijama se tinha atrasado, e logo por um motivo tão parvo...
"Onde é que eu tinha a cabeça?" pensou, ao correr de volta a casa.

4 comments:

Cantinho dos devaneios said...

Pergunto-me se os chinelos acompanharam o pijama, ou se ficaram junto aos sapatos...

Adorei!

Ninguém said...

E a Srª Almofada? Espero que não tenha ficado toda amarfanhadinha...

Eh eh...é um consolo vir aqui!

Ninguém said...

Já agora...toda a gente deve lembrar-se de um ananás quando olha para as palmeiras, não?! E eu a pensar que era a minha gula...

Alice no Labirinto das Metamorfoses said...

genial!