Friday, March 6, 2009

última carta de Euler a Goldbach

"Meu caro,

Quero dizer-lhe que a minha paciência atingiu o limite. Não me interessa se realmente acredita que o número 1 é primo, pois decidi avançar com a gravidez à mesma. Poderá vir a ser uma criança fruto do pecado, mas será amada. Além disso, darei à luz o filho do primeiro dos números inteiros positivos.
E já agora, quero acrescentar que estou farto de partilhar o autocarro com vossa excelência, especialmente na hora de ponta. Recomendo-lhe vivamente o uso de um desodorizante, pois tresanda dos axiomas.

Atenciosamente
Leonhard Euler"

1 comment:

Satine said...

Após a morte de Euler, alguém achou que seu filho não poderia ser fruto do pecado, então convencionou-se que o número 1 não seria primo - convenção vigente até hoje.